No final de agosto, dia 24, a Cervejaria Dádiva iniciou a série 10 cervejas colaborativas em 30 dias, que no final acabou resultando em onze rótulos.

Participaram do projeto cervejarias de seis países, incluindo o Brasil.

O último rótulo colaborativo, o décimo primeiro, foi produzido com a alagoana Caatinga Rocks no final de setembro, dia 29.

Triplet: Primeiro rótulo colaborativo

Atualmente as duas primeiras cervejas produzidas nesta série possuem comercialização no país, a Triplet – Triple IPA – e a Nightmare – Pumpkin Ale.

Abaixo, a lista de colaborativas realizadas em ordem cronológica.
  1. Triple IPA: Nils Oscar (Suécia)
  2. Imperial Pumpkin Porter: Mafiosa Cervejaria (Brasil)
  3. Milkshake IPA com manga: Brouwerij Frontaal (Holanda)
  4. Imperial Stout com goiabada e coco: Amager Bryghus (Dinamarca)
  5. Sidra com lúpulo e chips de carvalho: Sina Hard Cider (Brasil)
  6. Scottih Light com framboesa e sal: Bidassoa Basque (Espanha/País Basco)
  7. Porter com uva Tempranillo: Mean Sardine (Portugual) e Cerveza Domus (Espanha):
  8. IPA com goiaba: Cervesa del Montseny (Espanha)
  9. Session IPA com Kombucha: Strappa Live(Brasil)
  10. Bioma – Russian Imperial Stout com Castanha de Baru: 2cabeças (Brasil)
  11. Gose com limão siciliano, limão tahiti e laranja bahia: Caatinga Rocks (Brasil)