A cervejaria Pratinha, de Ribeirão Preto (SP), desenvolveu uma tecnologia para produção de cerveja instantânea.

Para o desenvolvimento do produto, foram demandados nove meses de pesquisa e investimento de 9 milhões de reais.

Este valor final soma todo o projeto de desenvolvimento da Cervejaria Pratinha, suas tecnologias e produtos.

Desenvolvidos pela Magic Booze, projeto startup da Pratinha, a fórmula e o processo já foram patenteados.

O produto está registrado no MAPA como bebida alcoólica mista, pois a cerveja é desconstruída e depois reconstituída.

A apresentação do novo produto acontece durante o Mondial de La Bière São Paulo, nos dias 30 de maio a 2 de junho.

Inicialmente, a cervejaria realiza a pré-venda do rótulo Pratipa, uma India Pale Ale, neste formato.

Como funciona

O produto é uma cerveja ultra concentrada comercializada em sachês individuais.

Para o preparo da cerveja, basta adicionar o produto em um copo com água com gás gelada.

Cada sachê resulta em 250 ml de cerveja pronta para consumo.

A Pratinha também realiza testes em capsulas para criar uma versão compatível com equipamentos domésticos.

Produção

Inicialmente a cerveja é produzida seguindo os mesmos processos cervejeiros para produção de cervejas.

Após pronto, o produto passa por um processo de congelamento a baixíssima temperatura e redução da pressão, o que faz com que a parte líquida passe pelo processo de sublimação.

Uma nova adição de maltes e lúpulos aromáticos acontece após este processo.

Armazenamento e logística

O produto possui proporção de 10:1, e a bebida pode ser armazenada e transportada em embalagem Post Mix e Kegs.

Máquinas de refrigerante podem ser usadas para servir o produto.